segunda-feira, 4 de abril de 2011

Rendição ao pensar

Em meio a acertar,
posso errar,
como posso parar,
minha voz se estende a todo lugar,
minhas idéias se resumem a pensar,
chorar, falar.

Buscar a saída,
achar a graça da vida,
aprender a amar,
a viver sem reclamar,
ao ponto de acreditar
que o mundo cabe a mim enfrentar.

Que a escuridão se baseia,
na felicidade alheia,
do modo de ver,
de viver,
de envolver sem amadurecer,
não digo que precise crescer,
mas sim vencer,
tudo aquilo que ao teu ver,
não vale mais se render.

Nenhum comentário:

Postar um comentário